São Paulo, quinta-feira, 22 de junho de 2017 - 09:12.

Livro Acessível Universal - Página inicial [1].

Marcos Valério: a falta de livros acessíveis é angustiante.

Olá Amigos!

Atendendo a "provocação" do companheiro Naziberto, vou relatar um pouco das minhas frustrações em relação ao acesso a informação que, durante muito tempo, nos foi completamente negado.

Sim, falo durante muitos anos porque hoje, com a informática, isso já deixou de ser, para alguns, uma completa exclusão da informação. Quando falo do advento da informática, é em relação a nós, cegos. Esses brilhantes programas que estão sendo cada vez mais aprimorados nos possibilitaram acessar jornais, livros digitalizados, revistas, publicações diversas e etc.

Mas, ainda há uma grande exclusão para nós no que tange a sites inacessíveis aos nossos programas, bem como a grande maioria dos cegos que não têm condições econômicas de terem um computador, assim como da grande parte dos brasileiros. Então, fica, ainda, uma grande lacuna no pleno acesso à informação.

Eu sempre gostei de me atualizar, de ler, não só durante meu período de estudos, mas em toda minha vida. Sempre gostei muito de ler e, a falta de livros acessíveis era, e ainda é, para mim, angustiante. Durante muito tempo usufruí dos livros gravados em fita, mas isso era uma iniciativa louvável de algumas pessoas que, por entenderem essa necessidade, doavam seu tempo para gravarem os ditos livros, ou, ainda, pessoas que fossem ler "ao vivo", mas isso dependia de uma acomodação de horários, tanto meu quanto de quem fosse ler, o que, nem sempre era muito fácil face as atividades que o dia-a-dia nos impõe.

É isso, amigos, penso que esse meu relato, talvez escrito de formas diferentes, seja o relato de quase todos os cegos.

Abraços,

Autor: Marcos Valerio.
Contato: marcosrangel1@terra.com.br.

Leia outros depoimentos.

 

Voltar ao topo da página.

Copyright © 2008 Livro Acessível.
Todos os direitos reservados.